Manifesto

A Everythinks faz-se de manifesto

Resultado de um amadurecimento de vários anos na prática da disciplina de design, o exercício de definir princípios, através por exemplo de um manifesto, que de alguma forma possam caraterizar uma determinada abordagem pessoal, constitui-se como um trabalho permanentemente em aberto. Muitos podem ser os caminhos e opções não faltam. Mas, definir princípios é também um exercício de escolha e identificação do essencial em cada momento.

Assumindo o design enquanto visão transformadora da sociedade e a criatividade premissa para a criação de marcas excepcionais, capazes de moldar as relações das pessoas com estratégias, experiências e produtos com significado, este manifesto assume-se como o preâmbulo para a prática do dia a dia. Num contexto onde cada pessoa é protagonista da sua própria “marca”, é de uma importância fundamental pensar conscientemente não só naquilo que se faz, mas também como e porque se faz.

Mais do que meras concepções abstratas, este manifesto representa um compromisso sincero entre o “saber fazer” e o “saber pensar”, ao mesmo tempo que se torna no ponto de partida para afirmação de uma abordagem própria em todos os novos projetos, que mesmo podendo ser muito díspares entre si, refletem uma ambição comum.

1.
Afirmar o autêntico sentido da cidadania em todas as realidades.

2.
Desenvolver marcas criando estratégias, experiências e produtos únicos.

3.
Procurar uma atitude multidisciplinar na afirmação de uma ideia.

4.
Arquitetar a forma em função do seu propósito essencial.

5.
Perceber a simplicidade eficaz como antítese do simplório.

6.
Olhar ao detalhe até ao ponto em que ele o deixa de ser.

7.
Traduzir em soluções a pesquisa e aprendizagem permanente.

8.
Encarar a experimentação como um processo natural de evolução.

9.
Fazer do método o principal fator de diferenciação.

10.
Olhar para o imprevisto como uma oportunidade de superação.